Peruanos são presos por furtar roupas em Maceió

Dois homens e uma mulher grávida levaram peças das lojas C&A, Esplanada e outras

Ricardo Rodrigues, O Estado de S.Paulo

10 de julho de 2008 | 20h16

Os peruanos Jose Luiz Valiente Alvarez, de 24 anos, Ivan Gavancho, de 50, e Sandra Rosa, de 24, foram presos na tarde desta quinta-feira, 10, no centro de Maceió, com mais de 150 peças de roupas furtadas. Os três cometeram os furtos nas lojas C&A, Esplanada, Marisa e em outros estabelecimentos comerciais que ainda não foram identificados. Segundo a polícia, as mercadorias foram encontradas em um Fiat Palio azul, que estava sendo usado pelos estrangeiros, que chegaram esta semana na capital alagoana. O registro do estacionamento onde eles deixaram o carro indica que o veículo foi deixado lá às 14h21 e a prisão se deu às 17h45. O sargento Cardoso, do 1.º Batalhão da Polícia Militar de Alagoas, responsável pelas prisões, revelou que os peruanos usavam uma espécie de pacote, feito com fita adesiva, que permite com que as peças seja retiradas da loja sem que o sensor eletrônico disparasse. "Eles pegavam as roupas e colocavam nesse pacote e depois em uma sacola. O Ivan ficava esperando na porta, enquanto o Jose e a Sandra, que está grávida de quatro meses, furtavam as peças", contou o sargento. Os estrangeiros foram conduzidos para a Delegacia de Plantão e de lá seriam levados para a Polícia Federal.

Tudo o que sabemos sobre:
peruanosMaceiópolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.