Perueiro mata colega por disputa de linha em Campinas

O perueiro Alessandro Freitas de Souza, de 21 anos, foi morto por um colega em Sumaré, por causa da disputa de uma linha do transporte alternativo. Outro colega, João Batista Pereira, de 25 anos, ficou ferido no ataque, ontem de manhã, no Jardim Picerno. Roberto Luis Feitosa, de 35 anos, foi detido em flagrante, acusado dos crimes, e permanece preso em Sumaré.Souza e Pereira conversavam, no ponto final da linha alternativa, no Jardim Picerne, quando Feitosa chegou em um Vectra, acompanhado de outros dois homens. Eles desceram do automóvel e se aproximaram das duas vítimas atirando. Pereira, ferido nas costas e no braço, conseguiu fugir. Souza foi atingido no peito e na cabeça e ficou inconsciente. O perueiro Feitosa ainda o colocou em seu carro e tentou fugir. Foi perseguido pela Polícia Militar até o Jardim Primavera, onde acabou sendo preso em flagrante. Os policiais levaram Souza até o Hospital Conceição Imaculada, de Sumaré, mas ele morreu depois de dar entrada na Unidade de Tratamento Intensivo. Feitosa tem três passagens na polícia por roubo e Souza, duas por porte ilegal de arma. Os dois homens que estavam com o acusado continuam foragidos. Pereira foi medicado e passa bem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.