Perueiros acampam em frente à Prefeitura de SP

Cerca de 150 perueiros legalizados estão concentrados em frente do Palácio das Indústrias, sede do governo municipal, no centro, de acordo com a Guarda Civil. A exemplo dos motoristas clandestinos, que ficaram uma semana acampados em frente à Prefeitura no mês passado, eles prometem virar a noite se não forem atendidos pela prefeita Marta Suplicy (PT). Os perueiros reclamam de uma portaria da Secretaria Municipal dos Transportes, publicada hoje no Diário Oficial, que determina que os motoristas substitutos sejam portadores do termo de permissão."Com essa medida, a Prefeitura quer diminuir de 6 mil para 3 mil perueiros circulando em São Paulo", afirmou o líder dos perueiros da zona sudeste, Francisco de Mola Neto. Pela portaria, os perueiros legalizados poderiam fazer turnos de 8 horas diárias, ficando proibidos de circular à noite. "Todos trabalham pelo menos 18 horas por dia. Como vamos pagar nossas vans trabalhando menos da metade do tempo?", questionou ele.

Agencia Estado,

04 de setembro de 2001 | 16h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.