Perueiros e sindicalistas impedem trânsito de coletivos em SP

Perueiros clandestinos estão impedindo que lotações regulares circulem na linha 9003 (Jardim Damasceno-Terminal Cacheirinha), que serve a zona Norte da capital paulista, esta manhã. Segundo a empresa São Paulo Transporte (SPTrans), a linha pertencia a uma das nove empresas descredenciadas pela Prefeitura e passou a ser coberta oficialmente por cooperativas de lotação, de acordo com o novo sistema de transporte. Os perueiros clandestinos querem o direito de participar do sistema.Na zona Sul da capital, sindicalistas fizeram protesto em frente à garagem da empresa Tupi e barraram a saída dos ônibus da linha 5611 (Eldorado-Largo São Francisco), por volta das 5 horas desta manhã. Os manifestantes também ocuparam o ponto final da linha e, para evitar depredações, a empresa retirou os ônibus das ruas. Os sindicalistas reclamam da morosidade nas contratações dos cobradores e motoristas que ficaram sem emprego com a desativação de nove empresas de ônibus. Segundo a SPTrans, a situação da linha já foi normalizada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.