Perueiros fazem protesto em secretaria

Cerca de cem perueiros que tiveram requerimentos indeferidos pela Prefeitura de São Paulo fizeram manifestação, nesta quarta-feira, ao lado da Secretaria Municipal dos Transportes, em Pinheiros, na zona oeste, reivindicando novo prazo para cadastramento. Uma comissão foi recebida pelo chefe de gabinete, Luiz Rangel.De acordo com os manifestantes, alguns requerimentos foram indeferidos por causa de erros do Detran na documentação dos veículos.Outros reclamaram que tiveram pouco tempo para providenciar os comprovantes necessários para o cadastramento.Na reunião, entre uma comissão de motoristas de lotações e Rangel, ficou decidido que só os casos com erro do Detran serão revistos.A partir de segunda-feira, esses perueiros devem se apresentar no Departamento de Transporte Público (DPT), que fica na Rua Joaquim Carlos, 685, Pari, e provar que as irregularidades encontradas foram erros cometidos na emissão dos documentos.Na terça-feira, foram analisados 417 requerimentos. Destes, 132 foram deferidos, 234, indeferidos, 15 foram convocados para prestar esclarecimentos e 36 serão analisados novamente. Ao todo são 942 processos."Conversamos com Luiz Rangel para pedir nova chance para todos que tiveram requerimento indeferido. Mas ele informou que não seria possível, porque não há mais tempo", disse o líder dos perueiros, Artur Ferreira.Segundo ele, os motoristas que não terão seus processos revistos vão reunir-se nesta quinta-feira, a partir das 8 horas, na frente do DPT, para decidir se entram com pedido de liminar contra o cadastramento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.