Perueiros suspendem greve no Recife

Kombis e vans voltaram a circular normalmente no Recife nesta terça-feira depois da decisão dos motoristas e cobradores de suspender a greve iniciada ontem, quando provocaram tumulto e engarrafamento e entraram em confronto com a Polícia Militar. Eles resolveram aguardar a mediação do Ministério Público do Estado para tentar conseguir que a regulamentação do transporte alternativo permita maior número de veículos nas ruas.Lei municipal sancionada pelo prefeito João Paulo (PT) autoriza 252 kombis e vans na cidade, fazendo 25 linhas. Hoje existem 1,2 mil veículos cobrindo 35 linhas. Os dois sindicatos da categoria - Sindkombi e SindRecife - querem permissão para pelo menos 700 veículos e a manutenção das 35 linhas que eles cobrem.A prefeitura informou que não vai atender à reivindicação e conta com o apoio do governo do Estado. "Resta esperar a ação do Ministério Público", afirmou o presidente do Sindkombi, Amauri Soares. Ele disse ter entrado com uma ação pública no MP há quase um mês contra suposta irregularidade na tramitação do projeto de lei. "Esta lei foi aprovada por debaixo dos panos, sem seguir os prazos normais, sem audiência pública, sem que a categoria pudesse opinar e discutí-la." Os kombeiros realizam nova assembléia na próxima sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.