Perueiros voltam a bloquear ruas no Recife

Um ônibus foi incendiado em Jaboatão dos Guararapes, na região metropolitana, e outros seis tiveram pneus furados no Recife, que voltou a ter pontes e ruas do centro e avenidas de alguns bairros periféricos bloqueadas, hoje, por motoristas e cobradores de kombis e vans. Revoltados com a nova lei municipal que regulamenta o transporte alternativo na capital, eles impediram o trânsito em algumas vias tocando fogo em pneus ou colocando carros para impedir a passagem de veículos.Vinte e três manifestantes foram detidos. Houve ainda um confronto isolado com policiais militares, quando eles tentaram tirar um rádio comunicação das mãos do presidente do SindRecife, José Gonçalves. Os kombeiros mantém bloqueada uma faixa da Ponte Limoeiro e de parte da Avenida Cais do Apolo, que dá acesso à Prefeitura do Recife, prometendo só sair do local depois de serem recebidos pelo prefeito João Paulo (PT).Eles se postaram pela manhã em frente ao prédio, em uma manifestação pacífica. O prefeito estava numa reunião fora e o secretário municipal de Serviços Públicos, Dílson Peixoto, disse não haver nada a negociar com os kombeiros. Existem cerca de 2 mil kombis e vans circulando no Recife e a lei autorizou a circulação de 252. Para evitar o desemprego, a prefeitura e o governo do Estado pretendem estimular empreendimentos a serem tocados pelos profissionais que não forem aproveitados neste tipo de transporte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.