Pescadores encontram corpo de jovem atropelado por moto aquática na Bahia

Advogado afirmou que o homem que atropelou a vítima prestará esclarecimentos sobre o caso

Tiago Décimo, Agência Estado

03 Abril 2012 | 15h26

BAHIA - Foi localizado, na madrugada desta terça-feira, 3, o corpo de Marlon Lima Silva, de 22 anos, morto no último domingo, depois de ser atropelado por uma moto aquática enquanto nadava no Rio Paraguaçu, município de Santo Estevão, a 148 quilômetros de Salvador. O corpo foi localizado boiando no rio por pescadores que auxiliavam os familiares nas buscas.

Silva morava em Camaçari com a mulher, grávida de 8 meses, e trabalhava em uma lavanderia da cidade. De acordo com familiares, ele passava férias em Santo Estevão. Segundo testemunhas, a vítima tinha acabado de entrar na água, por volta das 16 horas, quando foi atingida pelo veículo. O barulho do impacto chamou a atenção de outros banhistas e o condutor da moto aquática fugiu do local, deixando o equipamento na margem do rio.

De acordo com a Delegacia de Santo Estevão, o advogado do comerciante que atropelou a vítima esteve na unidade e afirmou que o cliente vai se apresentar para prestar esclarecimentos. O corpo de Silva foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Feira de Santana e será enterrado em Ipecaetá, cidade natal da vítima.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.