Pesquisa aponta falta de confiança na Câmara

Faltando uma semana para a volta do recesso parlamentar, os vereadores da capital já foram apresentados ao primeiro desafio da nova legislatura: levar credibilidade ao Legislativo paulistano. Pesquisa do Ibope encomendada pelo Movimento Nossa São Paulo revela que a Câmara Municipal é a instituição menos confiável para os moradores da cidade.O Ibope perguntou a 1.512 pessoas em novembro do ano passado, logo após as eleições, se confiavam ou não em 24 instituições da cidade. Segundo o levantamento, apenas 32% dos entrevistados disseram confiar na Câmara. O resultado representa aumento de cinco pontos porcentuais em relação à pesquisa realizada em janeiro de 2008 (27%), mas foi insuficiente para tirar o Legislativo da última posição no ranking.Para Gilberto de Palma, coordenador do grupo de trabalho do Movimento Nossa São Paulo que faz o acompanhamento da Câmara, a pesquisa revela um "descrédito generalizado" no Legislativo. Segundo ele, outro fator que empurra para baixo a credibilidade da instituição é a falta de conhecimento sobre o papel dos parlamentares. Para o recém-eleito vice-presidente da Casa, Dalton Silvano (PSDB), a pesquisa "não reflete a realidade dos fatos." Como prova, citou o alto índice de reeleição de vereadores nas eleições.As cinco instituições mais confiáveis foram: Bombeiros (93%), Correios (88%), Metrô (82%), Sabesp (77%) e Procon (76%). As menos confiáveis foram Prefeitura (50%), Poder Judiciário (44%), Ministério Público (42%), Tribunal de Contas (34%) e Câmara (32%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.