Pesquisa mostra empate entre Serra e Dilma

Tucano tem 33% das intenções de voto e a petista, 32%, segundo levantamento feito pelo instituto Sensus

Daniel Bramatti, O Estado de S.Paulo

14 de abril de 2010 | 00h00

Pesquisa divulgada ontem pelo instituto Sensus aponta empate técnico na corrida presidencial entre o tucano José Serra (33%) e a petista Dilma Rousseff (32%). Em relação ao levantamento anterior do mesmo instituto, feito no final de janeiro, Dilma subiu quatro pontos porcentuais, e Serra permaneceu estável.

O melhor desempenho da pré-candidata do PT é registrado no Nordeste, onde ela tem 44% das intenções de voto e uma vantagem de 19 pontos sobre o principal adversário. Pela primeira vez, Dilma aparece como líder também na região Sul (40% a 33%), onde subiu 14 pontos em pouco mais de dois meses.

O pré-candidato do PSDB se mantém na liderança isolada na região Sudeste (38% a 22%), onde ampliou sua vantagem de 12 para 16 pontos. No Norte/Centro-Oeste, há empate técnico: Dilma tem 33% e Serra, 30%.

Na divisão do eleitorado por sexo, Serra leva vantagem entre as mulheres: tem 38% das preferências entre elas, nove pontos a mais que Dilma. Entre os homens, a petista aparece com 39% e o tucano, com 36%.

Todos os resultados se referem ao cenário em que também aparecem como candidatos Ciro Gomes (PSB) e Marina Silva (PV), que têm, respectivamente, 10% e 8%. A situação de empate técnico persiste em um eventual segundo turno entre o tucano (42%) e a petista (40%).

O Sensus ouviu 2.000 pessoas em 136 municípios do País. A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos porcentuais para mais ou para menos. O Estado arredondou os resultados do instituto, que foram divulgados com uma casa decimal depois da vírgula.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.