Pesquisadores dissecam tubarões capturados em Recife

Oito tubarões da espécie flamengo, capturados pela expedição do barco Sinuelo, durante o final de semana nas praias de Recife e de Jaboatão dos Guararapes, começaram a ser dissecados hoje por pesquisadores do Departamento de Pesca da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).De acordo com o presidente do comitê estadual que monitora incidentes com tubarões, professor Fábio Hazin, a idéia é estudar os exemplares que habitam o litoral e Pernambuco, analisar os hábitos alimentares e a biologia reprodutiva dos animais, para descobrir as razões dos freqüentes ataques a banhistas e surfistas, informa a Agência Brasil.Ele considerou importante esclarecer à população que não se trata de uma caça indiscriminada ao "tubarão assassino", mas de um trabalho de pesquisa e monitoramento, que ajudará a compreender a dinâmica do ecossistema marinho. Hazin disse, ainda, que a expectativa da equipe é de capturar em um ano apenas cinco ou seis tubarões da espécie cabeça chata, que mais vem atacando banhistas e surfistas.O pesquisador disse que o trabalho de conscientização coletiva sobre os locais e horários de risco para banho de mar é a principal medida para evitar novas ocorrências. A expedição, formada por sete pessoas, incluindo três pesquisadores, recomeça na próxima segunda-feira o trabalho de pesquisa no mar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.