Petebistas negam relação entre verbas e política

O deputado estadual Campos Machado negou haver irregularidade no fato de receber apoio político de dirigentes de entidades beneficiadas pela Secretaria dos Esportes, controlada pelo partido que preside, o PTB de São Paulo.

O Estado de S.Paulo

18 Outubro 2011 | 03h05

Campos Machado atribuiu o apoio dos dirigentes à sua militância na área esportiva. "Eu criei o PTB Esportes", afirmou, referindo-se a uma seção do partido dedicada ao setor.

Presidente do PTB Esportes e também da Confederação Brasileira de Kickboxing, Paulo Zorello negou ter apoiado Campos Machado em razão dos recursos recebidos pela Secretaria de Esportes. "Sou militante do partido e o apoiei nas últimas três eleições, mesmo antes de o PTB indicar o secretário de Esportes."

Zorello disse ainda que a entidade que dirige, além de receber recursos do governo estadual, tem convênios com prefeituras, com outros governos estaduais e com o Ministério dos Esportes. Segundo ele, o fato é um indicador de que a confederação age independentemente de ligações partidárias. / D.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.