Petroleiros darão palanque para Dilma hoje em Brasília

Será o segundo evento sindical, nesta semana, para ajudar a campanha da pré-candidata do PT à Presidência

Renata Veríssimo, O Estado de S.Paulo

04 de junho de 2010 | 00h00

BRASÍLIA

Com a pré-campanha embalada pelos sindicatos, a pré-candidata petista Dilma Rousseff terá na 2ª Plenária Nacional da Federação Única dos Petroleiros (FUP), hoje e amanhã em Brasília, a oportunidade de mais um palanque. O coordenador-geral da entidade, João Antônio de Moraes, disse que a candidatura de Dilma ao Planalto é a que mais se identifica com o pensamento da categoria.

Os petroleiros, segundo Moraes, temem que, se eleito, o pré-candidato do PSDB, José Serra, proponha a privatização da Petrobrás. A assessoria do tucano nega tal hipótese, que classifica de "terrorismo eleitoral".

A FUP acredita que as mudanças propostas pelo governo Lula são um avanço em relação ao modelo atual, mas defende a volta do monopólio da Petrobrás.

Dilma foi a única candidata convidada a participar da plenária da entidade. Será o segundo evento sindical, nesta semana, a servir de palanque para a petista. Na terça-feira, durante a assembleia da Conferência Nacional da Classe Trabalhadora (Conclat), em São Paulo, cinco centrais sindicais pregaram a continuidade do governo Lula e alertaram para um "retrocesso" caso Serra seja eleito.

Durante o encontro, a FUP quer obter de Dilma a garantia de que terá participação nas discussões sobre a política do setor petrolífero, caso seja eleita.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.