PF apreende 7 toneladas de maconha que pertenceriam ao PCC

Sete toneladas de maconha foram apreendidas na tarde desta segunda-feira, 7, na BR-277, em Guarapuava, região central do Paraná. A apreensão é resultado de uma investigação feita Polícia Federal. De acordo com o delegado da Polícia Federal de Guarapuava, Maurício Todeschini, a droga pertenceria ao Primeiro Comando da Capital (PCC) e seria enviada para o Estado de São Paulo. Segundo Todeschini, esta é a maior apreensão do tóxico na regiãoA maconha estava sendo transportada em um caminhão, de Foz do Iguaçu, e estava escondida em meio a uma carga de trigo. As investigações apontam que o produto foi embarcado em Atapua, no Paraguai, e seria distribuído para a Capital paulista e cidades vizinhas. Foram presos em flagrante por tráfico de drogas internacional Cícero Custódio de Lima, Ademir Bastista Martinho e Melânio Wagmo Vitório Oliveira Zanvelli, este dois últimos, segundo o delegado, seriam integrantes do PCC, facção criminosa que comando o tráfico de drogas no Estado. "A operação de combate ao tráfico de drogas continua e tem o objetivo de evitar o transporte de drogas para o Estado de São Paulo através do PCC", disse o delegado. Os presos, o caminhão e a droga seguiram para a Delegacia da Polícia Federal de Guarapuava. Texto atualizado às 21h08

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.