PF apreende cerca de 8 toneladas de maconha vindas do Paraguai

Na noite de terça-feira, agentes da Polícia Federal apreenderam mais de 7,9 toneladas de maconha num sítio à margem da Rodovia Raposo Tavares, no município de Alambari, na Grande Sorocaba, interior paulista. Três homens, entre eles o dono do sítio, foram presos e autuados em flagrante por associação ao narcotráfico internacional, já que a droga teria vindo do Paraguai, segundo o delegado federal Fernando Antonio Bonhsack.Nos fardos, onde estavam os tijolos prensado de maconha, havia inscrições indicando sua origem e as iniciais PCC. Os detidos não confirmam se a droga pertence à facção criminosa. A operação da Polícia Federal teve início na noite de domingo, quando os agentes foram informados de que um grande carregamento estaria para chegar àquela região. Num esquema que utilizou um grande número de agentes tanto de Sorocaba quanto da capital paulista, e até helicópteros, na madrugada de segunda-feira houve o cerco a dois envolvidos. Na ocasião, durante tiroteio, um suspeito identificado como Marcos Soares foi baleado na perna e preso. Marcos Soares seria o motorista do caminhão que trouxe a maconha do Paraguai. Um cúmplice dele, identificado apenas como Pedro, conseguiu fugir por um matagal.Na terça-feira, os agentes localizaram o sítio. Lá foram detidos o caseiro Reinaldo Donizete Capelini, de 35 anos, em cuja casa estava armazenada a droga, e o inquilino William Xavier Costa, de 32 anos, que tem antecedentes na polícia por roubo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.