PF apreende drogas e dinheiro falso no Rio

Três homens foram presos na noite de quarta-feira por agentes da Polícia Federal na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, portando um quilo de haxixe, nove quilos de maconha e 275 notas falsas de R$ 50. Todo o material, de acordo com a PF, estava escondido no tanque de gasolina do Vectra dirigido pelo fisioterapeuta João Augusto Benevides Neto, de 33 anos. Segundo seu depoimento, o entorpecente e o dinheiro foram adquiridos no Paraguai. Os policiais federais afirmam que Neto entregaria o material ao estudante Luís Felipe Tolardo Lopes, de 26 anos, morador de Copacabana, na zona sul. Ambos foram presos pelos agentes da PF na oficina do mecânico Giovanni Martins, de 26 anos, na Barra da Tijuca. Lopes já tinha colocado em seu carro, uma Dakota branca, dois tabletes de haxixe quando foram surpreendidos pelos agentes.Os três presos foram levados para o presídio Ary Franco, onde ficarão à disposição da Justiça Federal. Eles vão responder pelo crime de tráfico de entorpecentes. João Augusto Benevides Neto também vai responder pelo uso de moeda falsa. Os carros foram levados para a Superintendência Regional da Polícia Federal, enquanto as drogas e o dinheiro falso estão no Núcleo de Criminalística para serem periciados.

Agencia Estado,

26 de agosto de 2004 | 17h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.