PF apreende esmeraldas no interior de SP

A Polícia Federal vai investigar a origem de esmeraldas que foram apreendidas num posto de combustíveis em Igarapava, região de Ribeirão Preto, interior de São Paulo. O proprietário do estabelecimento seria o vereador Afonso Donizetti de Carvalho, que também é acusado de falsificar duplicatas, segundo o Bom Dia SP, da TV Globo. As esmeraldas, avaliadas em R$ 270 mil, estavam guardadas num confre, mas não tinham notas de procedência. O vereador disse que as pedras pertencem a um amigo, cujo nome ele não revelou. Os promotores vão pedir à Polícia Federal para que apure o caso já que o posto de combustíveis já é alvo de outra investigação do Ministério Público. Oito pessoas procuraram o MP e relataram que assinaram notas fiscais transformadas mais tarde em duplicatas e que algumas tiveram até os valores alterados. Testemunhas que prestaram depoimento afirmaram que o dono do posto é mesmo o vereador Afonso Donizetti Carvalho, mas que ele tem um ?testa de ferro? que aparece como proprietário na documentação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.