PF apreende suspeitos de permanência ilegal na Galeria do Rock

Várias pessoas de origem asiática foram apreendidas por agentes da delegacia de Imigração da Polícia Federal, na tarde desta quinta-feira, 24, no centro comercial Grande Galerias, que liga a Rua 24 de Maio com a Av. São João, na região central da São Paulo. Segundo os policiais, a blitz visava a localizar pessoas que se encontram ilegalmente no País. A escolha daquele centro comercial conhecido por "Galeria do Rock" se deve ao fato de haver vários estabelecimentos comerciais pertencentes a pessoas que se encontram apenas com vistos temporários, de turista ou de estudante, sem cumprirem as exigências legais para permanência de estrangeiros no Brasil.A PF não informou quantos foram levados à Superintendência do órgão e o número dos que ficaram detidos por estarem em situação ilegal. Há, ainda, suspeita de que algumas dessas pessoas estejam utilizando documentação falsa fornecida por criminosos especializados em facilitar a entrada de ilegais e garantir sua permanência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.