PF caça ex-guerrilheiros na fronteira com Uruguai

Uma força-tarefa da Polícia Federal, com agentes de Porto Alegre, Brasília e Santana do Livramento, está varrendo a fronteira do Brasil com o Uruguai há dez dias para caçar os ex-guerrilheiros chilenos Raúl Escobar Poblete e Pablo Muñoz Hoffman.O superintendente da PF em Porto Alegre, Rubem Fockink, confirmou a operação nesta quinta-feira. As buscas contam com ajuda das policias uruguaia e chilena, mas são dificultadas pela falta de controle da passagem de pessoas pela fronteira.Líderes da Frente Patriótica Manuel Rodríguez (FPMR), Poblete e Hoffmann são fugitivos da Justiça chilena por envolvimento no assassinato do ex-senador Jaime Guzmán Errázuriz em 1991.Eles também chegaram a ser denunciados pelo Ministério Público de São Paulo durante as investigações do seqüestro do publicitário Washington Olivetto, mas a juíza Kenarik Felippe, de 19ª Vara Criminel, rejeitou a acusação por estar convicta de que os dois tinham apenas laços de amizade com os oito participantes do crime.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.