PF descarta recompensa de US$ 5 milhões

A Polícia Federal descartou ontem receber eventual recompensa do governo norte-americano pela captura do megatraficante colombiano Juan Carlos Ramírez Abadía. Segundo a Assessoria de Comunicação de Brasília, o superintendente da instituição em São Paulo, Jaber Saadi, falou sobre a recompensa de US$ 5 milhões para demonstrar o que o traficante representava internacionalmente. "A PF nunca pleiteou e não espera o dinheiro, mesmo que exista a premiação dos Estados Unidos", definiu a assessoria. "Não há legislação para receber prêmios ou indenizações por qualquer trabalho que a polícia venha fazer." A PF disse ainda que, se a recompensa fosse viável, deveria ser compartilhada com as polícias argentina, espanhola e colombiana, que colaboraram nas investigações.

O Estadao de S.Paulo

07 de agosto de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.