PF do Vale do Paraíba fecha cerco à gasolina adulterada

A Polícia Federal do Vale do Paraíba começou a investigar 35 postos de São José dos Campos e outros 20 de cidades da região, que vendem, segundo denúncias, combustível adulterado. Nos dois primeiros dias de fiscalização, cinco postos foram autuados e três lacrados por fiscais da Agência Nacional de Petróleo (ANP).De acordo com levantamento feito pela PF, 20% dos postos de São José dos Campos apresentam alguma irregularidade, como falta de autorização para funcionar, a falta de notas fiscais ou ainda a adulteração de combustível.Os fiscais da ANP devem avaliar até amanhã 12 estabelecimentos e, segundo o delegado Marcus Vinícius Deneno, as fiscalizações vão continuar, mesmo sem a presença dos agentes. "Isso é crime federal e nós vamos descobrir quem são as distribuidoras que abastecem os postos com este combustível". Segundo ele, após os relatórios concluídos pela ANP, os proprietários dos postos serão indiciados e, se condenados, podem pegar de 1 a 5 anos de detenção. As multas para quem comete este crime podem variar de R$ 500 a R$ 5 milhões. A ANP vai divulgar os nomes dos postos de gasolina do Vale do Paraíba com problemas, na próxima semana, no site www.anp.gov.br . Os consumidores que quiserem denunciar podem ligar para o telefone 0800 900 267.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.