PF encerra inquérito de naufrágio da traineira Costa Azul

A Polícia Federal encerrou o inquérito sobre o naufrágio da traineira Costa Azul, ocorrido na Baía de Guanabara, na noite de 17 de outubro, e que provocou a morte de oito pessoas. A investigação concluiu que manobra indevida da traineira causou a colisão com o navio cargueiro Roko, que vinha de Itajaí (SC) e seguia para a Ucrânia.De acordo com a PF, o responsável pelo acidente foi o mestre-arrais da traineira, um dos que morreram no choque. O inquérito vai ser encaminhado à Justiça Federal até a terça-feira.O Costa Azul conduzia 15 pessoas - o mestre-arrais, dois marinheiros e 12 mergulhadores de uma empresa responsável pela manutenção do emissário submarino da Barra da Tijuca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.