PF faz ação contra tráfico de drogas em conjunto com 8 países

Esta é a 10.ª edição da Operação VI Fronteiras feita em 20 localidades de dez estados fronteiriços do Brasil

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

26 Agosto 2008 | 15h07

A Polícia Federal realiza desde segunda-feira, 25, a segunda parte da décima edição da Operação VI Fronteiras. A ação, que conta com uma parte a cada semestre, tem como objetivo principal reprimir o desvio de produtos químicos que possam ser utilizados na confecção de drogas ilícitas, como, por exemplo, a cocaína.   De acordo com a PF, mais de 20 localidades na região de fronteira dos Estados do Amazonas, Acre, Rondônia, Pará, Roraima, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul estão sob atuação dos agentes federais em conjunto ou simultaneamente com oito países.   São realizadas incursões em rios da Amazônia e barreiras nas estradas brasileiras e adjacências da Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai. A operação deve durar até esta sexta-feira, 29.   O Brasil, país signatário da Convenção de Viena, cumpre o compromisso assumido de controlar e fiscalizar um rol de produtos químicos que são usados para a confecção de drogas ilícitas. Coube à PF a competência para exercer tal controle e fiscalização, que, nos últimos anos, tem se mostrado de grande importância no combate ao crime organizado, em especial ao tráfico de entorpecentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.