PF faz operação no Ceará contra jogo do bicho

Agentes cumprem 13 mandados de prisão contra quadrilha que financiava crimes com o jogo ilegal

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

09 Outubro 2008 | 12h18

Treze suspeitos de envolvimento em uma rede de jogos ilegais são procurados por agentes da Polícia Federal na manhã desta quinta-feira, 9. Os policiais deflagraram a Operação Arca de Noé, que visa combater o jogo ilegal e outros crimes no Ceará.   Cerca de 200 policiais participam da operação, que também deve cumprir 21 mandados de busca e apreensão. A quadrilha, de acordo com a PF, tinha proteção e conivência de funcionários públicos.   A partir da receita obtida com o jogo, eram cometidos outros delitos como compra ilegal de armas, segurança privada irregular, além de sonegação de tributos, corrupção ativa e passiva, prevaricação, tráfico de influência e lavagem de dinheiro.

Mais conteúdo sobre:
Operação Arca de Noé jogo ilegal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.