PF investiga morte de acusado de tráfico em cela no PR

Corpo foi encontrado na madugada do último sábado na Superintendência Regional em Curitiba

Solange Spigliatti, estadao.com.br

20 Agosto 2008 | 17h03

A Polícia Federal no Paraná abriu um inquérito policial para apurar as circunstâncias da morte de Edson Almeida Karpinski, de 60 anos, ocorrida em uma cela na Superintendência Regional, em Curitiba, na madrugada do último sábado, 16. Ele foi preso na noite de sexta-feira, 15, com 25 quilos de cocaína, segundo informações da PF, após investigações que apontaram o envolvimento dele com o tráfico de entorpecentes.  O suspeito já havia sido condenado anteriormente por tráfico estava cumprindo pena em regime aberto. Após a prisão, o suspeito foi encaminhado para a sede da Superintendência Regional e recolhido à custódia, enquanto diligências complementares estavam sendo realizadas pelos policiais, como busca na residência do preso. Quando a equipe policial retornou à Superintendência para lavratura do flagrante, por volta da 1h30 da manhã de sábado, foi constatado que o detento, que estava sozinho em sua cela, se enforcara utilizando a própria jaqueta que vestia.

Mais conteúdo sobre:
PFParanáCuritibatrafico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.