PF pede mais 60 dias para investigar acidente da Gol

A Polícia Federal pediu ao Ministério Público Federal, em Mato Grosso, que prorrogue por 60 dias o prazo para concluir o inquérito que investiga o acidente entre o boeing da Gol e o jato Legacy, ocorrido em 30 de setembro de 2006. No acidente, o maior desastre aéreo da aviação brasileira, morreram 154 pessoas. O delegado Renato Sayão, que investiga o caso, ainda não recebeu da Força Aérea os laudos das perícias nas caixas-pretas dos dois aviões, informa o Jornal Nacional, da Rede Globo.

Agencia Estado,

21 Fevereiro 2007 | 21h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.