PF prende 20 envolvidos em crimes feitos a partir de presídio

Mandados eram contra um agente penitenciário, onze dententos do Presídio de Nivaraí (MS) e mais oito pessoas

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

24 de setembro de 2008 | 14h51

A Polícia Federal deflagrou, na manhã de terça-feira, 23, uma operação com objetivo de investigar crimes realizados a partir do Presídio de Segurança Máxima de Naviraí, no Mato Grosso do Sul. Segundo a PF, foram cumpridos 20 mandados de prisão, decretados pela Justiça de Naviraí. Com isso, foram detidos um agente penitenciário e outros oito envolvidos, e outros onze mandados foram cumpridos contra detentos que comandavam o tráfico de dentro dos presídios.   Os trabalhos tiveram início por meio de uma informação que dizia que um agente penitenciário facilitava a entrada de telefones celulares para serem usados pelos detentos. Ao longo das investigações, foi constatada a veracidade da denúncia de corrupção envolvendo o agente. Além desse crime, os presos foram indiciados pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico.   Do total de mandados, 11 foram cumpridos em Naviraí. Os outros mandados foram cumpridos nas cidades de Corumbá, Campo Grande, Amambaí, Coronel Sapucaia, Bataguassu e Itaquiraí, no Mato Grosso do Sul, e nas cidades de Americana e Santa Bárbara dOeste, no Estado de São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
NaviraíMato grosso do SulPF

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.