PF prende alemão acusado de pedofilia em Sorocaba

Agentes da Polícia Federal prenderam o alemão Reinhard Friederich Carl Volker, de 63 anos, acusado de produzir imagens com crianças e adolescentes para abastecer sites de pedofilia na internet, no domingo, 10, em Sorocaba, no interior de São Paulo. Ele estava sob investigação havia dois meses, com base em denúncias encaminhadas à Justiça. Volker foi detido em sua chácara, na margem da represa de Itupararanga. Os policiais apreenderam um computador com um vasto arquivo de imagens que serão, agora, juntadas ao processo de investigação sobre as atividades de Volker. Havia também muitas fotos de mulheres nuas. No banheiro da chácara, os agentes localizaram um dispositivo que permitia "espiar" quem estivesse dentro. Segundo o delegado Fernando Bonsack, o material será submetido à perícia. O alemão, que mora há 40 anos no Brasil, negou envolvimento com pedofilia. Ele disse que as imagens foram copiadas da própria internet. Volker teve a prisão temporária decretada por 30 dias, com base na lei dos crimes hediondos. Segundo a PF, ele vai responder por crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) por divulgar material proibido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.