PF prende americano com heroína no aeroporto Tom Jobim

O norte-americano Dameon Pitts, de 35 anos, foi preso ontem à noite no Aeroporto Internacional do Rio sob acusação de tráfico internacional de drogas. De acordo com a Polícia Federal, ele tentava embarcar para os EUA com 4,98 quilos de heroína. O delegado Ary Campos disse que Pitts estava sendo investigado pelo setor de inteligência da PF. No passaporte do americano havia dois registros de entrada na Colômbia, em novembro de 2002 e em março deste ano. Na primeira viagem, ele ficou seis dias em Cali, e, na segunda, dezessete. O policial disse acreditar que o objetivo seria fazer contatos com traficantes colombianos e negociar preços para a compra da droga.O passaporte também tinha carimbos do Consulado do Brasil em Nova York, com visto de entrada no País como turista. Pitts já havia desembarcado no Rio em 25 de julho e em São Paulo no dia 13 de setembro. A última entrada no Brasil foi em 14 de novembro, no aeroporto do Rio. Portanto, ele ficou uma semana no País antes de tentar embarcar com a droga, no vôo 8864 da Varig (Rio-Nova York)O acusado disse que só falaria em juízo e não quis prestar depoimento à PF nem falar com a imprensa. O delegado afirmou que ele será indiciado sob acusação de tráfico internacional de drogas. Pitts estava em uma cela da PF no aeroporto e seria levado para o Presídio Ary Franco.A droga estava dividida em cinco tabletes e escondida em compartimentos da mala do norte-americano. O delegado disse que agentes identificaram a presença de material suspeito depois que a mala tinha sido despachada. Pitts foi chamado e teria confirmado que era sua. Em seguida, segundo o delegado, ela foi aberta, e a droga, encontrada. Peritos ainda vão avaliar o grau de pureza, mas Campos afirmou que a quantidade de heroína está avaliada em cerca de US$ 100 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.