PF prende articuladores do Terceiro Comando no Rio

O superintendente da Polícia Federal no Rio, Marcelo Itagiba, anunciou hoje a prisão de dois principais articuladores da facção criminosa Terceiro Comando, que domina metade do comércio de drogas no estado. Vanderlei Soares, conhecido como "Orelha? ou ?Maluco" e Maria da Penha Soledade Vitorino, que tem apelido de "Abelha", seriam respectivamente o braço direito e a contadora de Ernaldo Pinto de Medeiros, o Uê, chefe do Terceiro Comando. As prisões, segundo Itagiba, são resultado de uma Força-Tarefa criada entre a PF e a Polícia Civil, com o objetivo de desbaratar as quadrilhas que dominam o tráfico de entorpecentes no Rio. "Precisamos de uma ação organizada para combater um grupo organizado", disse o chefe de Polícia Civil, Zaqueu Teixeira.

Agencia Estado,

15 de abril de 2002 | 12h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.