PF prende auditor da Receita e mais seis

A Polícia Federal prendeu ontem sete pessoas, entre eles um auditor da Receita Federal, na Operação Minotauro, que apura irregularidades na fiscalização de mercadorias importadas. Há três meses a PF investigava o auditor, que deveria fiscalizar a empresa que explora lojas duty free em aeroportos, mas recebia de graça artigos importados. A PF suspeita que as mercadorias tenham sido dadas a ele pela empresa em troca de facilidades. Em São Paulo, foram presos com produtos importados sem nota fiscal o auditor, a ex-mulher e outro parente, que não tiveram os nomes divulgados. Também foram presos funcionários do depósito da loja em Guarulhos e um diretor da empresa. A PF não revelou o nome da empresa, mas o espaço duty free em Cumbica é explorado pela multinacional Dufry. A Dufry não se manifestou. No Rio, a PF prendeu o empresário Agostinho Nogueira dos Santos.

Alexandra Penhalver e Eduardo Kattah, O Estadao de S.Paulo

27 Setembro 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.