PF prende estuprador uruguaio procurado pela Interpol

Ele é condenado no Uruguai por ter estuprado a própria filha por sete anos

Solange Spigliatti, estadao.com.br

19 de fevereiro de 2008 | 09h13

A Polícia Federal do Rio Grande do Sul prendeu na manhã desta segunda-feira, 18, o uruguaio B.P.P, de 48 anos, em Parobé, interior gaúcho, após quatro meses de investigações. De acordo com a PF, ele era procurado internacionalmente pela Interpol, e tinha mandado de prisão expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por haver estuprado a própria filha durante sete anos. A relação incestuosa iniciou quando ela tinha apenas dez anos de idade, e perdurou até quando ela engravidou do próprio pai, tendo dado à luz em setembro de 2003. O criminoso, segundo a PF, está condenado no Uruguai a 12 anos de reclusão. Ele aguarda decisão do STF sobre a sua extradição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.