PF prende falsificadores africanos em SP

Os camaroneses Erve Petnga, 30, e Jean Rostand Nkouotchova, 33, foram presos, por volta das 20h de ontem, por policiais federais, no Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista. A dupla foi detida quando se preparava para embarcar em um vôo da Gol, rumo à cidade de Salvador, capital do Estado da Bahia.Na bagagem dos africanos, foram encontrados 1 galão com 25 litros de iodo, algodão, vários frascos com outros produtos químicos (material utilizado na falsificação), duas notas de US$100,00 falsas, papéis já em formato e com timbres de notas de US$ 100,00 (notas semi-acabadas, no valor de US$ 7.500,00) e outros papéis já banhados no iodo e que poderiam se transformar em outros US$ 2 milhões.Segundo o delegado Gilberto Tadeu Vieira César, diretor do setor de Comunicação Social da Políca Federal, os camaroneses já estão à disposicão da Justiça e, se condenados, podem cumprir pena de até 6 anos de prisão por falsificação de dinheiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.