PF prende militar em flagrante por tráfico de drogas

A Polícia Federal (PF) apreendeu às 2 horas desta quarta-feira 13,761 quilos de pasta-base de cocaína, avaliados em R$ 130 mil, e prendeu em flagrante o primeiro-tenente do Exército Iluízo da Fonseca Magalhães, de 56 anos, e a mulher dele, Nedy Godoy Magalhães, de 49.A droga, distribuída em 28 tabletes, estava escondida atrás do painel de um Pálio, placa HRJ-2457, de Campo Grande, ocupado pelo casal.A apreensão ocorreu no quilômetro 576 da Rodovia Marechal Rondon (SP 300), em Valparaíso, a 40 quilômetros de Araçatuba. O militar e a mulher dele foram autuados por tráfico de entorpecente e permanecem presos.O casal tem residência em Corumbá (MS), na fronteira do Brasil com a Bolívia. Segundo a PF, Magalhães passou para a reserva do Exército há três anos e o último local de trabalho dele foi um quartel de Florianópolis.A PF suspeita de que o tenente aposentado traficava drogas há bastante tempo, uma vez que o carro dele tinha um fundo falso que só foi descoberto depois de desmontado todo o painel do automóvel.O delegado Oslaim Campos Santana informou que a PF investigava Magalhães há seis meses. O militar ficará preso em Três Lagoas (MS) ou Lins, no interior de São Paulo, onde ficam as unidades do Exército mais próximas de Araçatuba. A mulher dele foi levada para a cadeia feminina de Bilac, a 20 quilômetros de Araçatuba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.