PF prende policiais em operação contra seqüestradores

A Polícia Federal realizou, nesta quinta-feira, a Operação Oeste, que desmembrou uma quadrilha de seqüestradores que atuava em quatro Estados - São Paulo, Goiás, Minas Gerais e Paraná. Estão envolvidos na quadrilha mais de 30 pessoas, entre elas, dois advogados, dois policias federais, dois policias civis e um policial rodoviário. Durante os últimos vinte dias, sete vítimas foram liberadas e quatro seqüestros evitados. A PF tem 42 mandados de prisão e 48 de busca. A quadrilha praticava cerca de dois seqüestros por semana e contava com grupos estruturados para atrair a vítima e lavar o dinheiro obtido por meio das extorsões. Outros dois policiais federais foram presos por envolvimento com venda de informações sigilosas da PF e com atos de corrupção praticados no exercício das atribuições de fiscalizações das empresas de vigilância privada. Os dois não fazem parte da quadrilha.A Operação Oeste encontrou indícios que apontam os possíveis mandantes da tentativa de homicídio do jornalista José Ursílio de Souza e Silva, da imprensa de Marília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.