PF prende quatro pessoas acusadas de imigração ilegal

Quatro pessoas foram presas hoje, em diversos pontos do Estado do Rio, na Operação Cegonha, realizada nesta madrugada pela Polícia Federal para prender uma quadrilha especializada na emigração ilegal de crianças para os Estados Unidos. A operação, que mobilizou 92 policiais para efetuar 18 mandados de prisão e oito de busca, foi realizada também em São Paulo, Bahia, Ceará, Tocantins, Maranhão e Pará. Segundo a polícia, os criminosos vendem crianças para famílias no exterior e falsificam diversos documentos, inclusive certidões de nascimento para criar vínculo de crianças com pessoas chamadas de "cegonhas", que eram encarregadas de levá-las para os Estados Unidos e entregá-las a familiares que residem ilegalmente naquele país. Os integrantes da quadrilha serão indiciados por formação de quadrilha, falsidade ideológica e tráfico de crianças, crime previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente. As penas podem alcançar 14 anos de prisão. As investigações iniciadas em outubro de 2005 apuraram que desde 2004 foram enviadas para os Estados Unidos mais de cem pessoas, na maioria crianças e adolescentes.

Agencia Estado,

09 Fevereiro 2006 | 10h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.