PF prende traficantes de drogas e diamante

A Polícia Federal (PF) em Maringá, no norte do Paraná, prendeu na noite de anteontem três pessoas acusadas de pertencerem a uma quadrilha internacional de tráfico de drogas e pedras preciosas. Pelas denúncias, a quadrilha atua há cerca de 10 anos, enviando cocaína e diamante para a Europa, por meio de garotas de programa. Os produtos do tráfico eram levados em fundos falsos de malas.Na quinta-feira à noite, no Aeroporto de Guarulhos, depois da prisão de uma mulher que ia para Lisboa, em Portugal, com seis quilos de cocaína e jóias, a polícia chegou a Alex Roque Pires, Renata Eliane dos Santos e Magali Ramona Ribeiro, presos em Maringá. A PF acredita que Pires seja o líder da quadrilha. Ele já teria enviado 10 mulheres para fora do País. Seis delas foram presas pela Interpol.As moças eram contratadas por meio de anúncios em jornais ou por pessoas da própria quadrilha. Os países preferenciais para o envio da droga e pedras preciosas são Itália, Portugal, Alemanha, Holanda e Suécia, pois não oferecem tantos obstáculos para a entrada de turistas. Os três acusados estão detidos na carceragem da 9ª Subdivisão Policial de Maringá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.