PF proíbe acesso de advogada a Beira-Mar

O superintendente da Polícia Federal de Alagoas José Paulo Rubim Rodrigues, proibiu o acesso da advogada Cecília Machado ao seu cliente, o traficante Luiz Fernando da Costa, Fernandinho Beira Mar, que está preso na sede da PF em Maceió desde o início da noite de ontem. A advogada compareceu hoje pela manhã na Superintendência para tentar falar com o traficante. Ela conversou apenas com o superintendente e na saída do prédio da PF disse que vai recorrer à Justiça para tentar transferir o Beira Mar para o Rio de Janeiro. Ela disse que tomou conhecimento da transferência de Beira Mar para Maceió através da imprensa e considerou a medida ilegal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.