PF promete rigor na fiscalização durante piracema

A Polícia Florestal promete rigor durante a Piracema - período em que os peixes se reproduzem, que começou na quinta-feira e vai até o dia 28 de fevereiro de 2002. Pelo menos 9 pessoas já foram detidas ao pescar de forma irregular no rio Piracicaba e outras duas em lagoas marginais, próximo ao município de Conchas. Com eles polícia promete ser rigorosa também no rio Mogi Guaçu.A operação no rio Piracicaba contou com participação de 20 policiais. "A fiscalização, a partir de agora será contínua", disse o sargento da Polícia Florestal, João Mauro Zambom. Apenas a pesca de barranco está liberada, mas há a necessidade de respeitar uma distância 1,5 mil metros de corredeiras e cachoeira. A pesca de barco esta proibida. Há também limite de peixe para ser pescado. "Cada um pode levar para casa apenas cinco quilos, mais um exemplar", acrescentou o sargento. Para os infratores a multa vai de R$ 500,00 a R$ 28 mil. Como o crime é ambiental, o infrator pode pegar também de um a três anos de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.