Piloto americano é preso por desacatar PF

A exigência de fichamento de todos os cidadãos norte-americanos que desembarcam no País ? determinada primeiro por um juiz do Mato Grosso, válida a partir do dia 1º do ano, e depois em portaria do governo Lula ? provocou nesta quarta-feira o primeiro incidente mais grave. O comandante de um vôo da American Airlines que chegou hoje de Miami foi detido no final da manhã no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em Cumbica. Segundo a Polícia Federal, no momento em que seria fotografado, o comandante do vôo 907 da American Airlines, Dale Robbin Hersh, de 53 anos, fez um gesto obsceno em frente à câmara e depois desacatou os policiais. Ele foi detido por gesto obsceno e desacato e poderá ser processado pela Justiça Federal. Os outros 11 integrantes da tripulação do vôo 907, que chegou de Miami por volta das 9h30, se recusaram a ser identificados e, por isso, não tiveram permissão para entrar no País. Eles estão na sala vip da companhia aérea e terão de retornar para os EUA. O Consulado-Geral dos Estados Unidos em São Paulo informou em nota que está ciente da situação e ?trabalhando com a Polícia Federal e com a American Airlines para resolver a questão?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.