Piloto morre em queda de avião da FAB no Rio Grande do Norte

Aeronáutica investiga causas do acidente que ocorreu entre Ceará-Mirim e Pureza

Priscila Trindade, Central de Notícias

12 de maio de 2011 | 09h12

SÃO PAULO - O piloto da Força Aérea Brasileira (FAB) morreu na manhã desta quinta-feira, 12, após o avião em que estava cair no Rio Grande do Norte. Segundo a Polícia Militar, o acidente aconteceu por volta das 7h30. A aeronave caiu numa comunidade rural, entre as cidades de Ceará-Mirim e Pureza. Equipes da corporação estão no local.

 

A FAB informou que apenas o aviador Danilo Bello Seixas, de 24 anos, estava a bordo do avião de caça modelo A-29 (Super Tucano). O comando não soube informar missão que o piloto fazia na hora do acidente.

 

Após o ocorrido, um helicóptero de resgate foi acionado. A Aeronáutica já iniciou as investigações para apurar os possíveis fatores que contribuíram com o acidente.

 

O Super Tucano é um turboélice usado em missões de policiamento, reconhecimento ou treinamento, segundo informações da FAB e da Embraer, fabricante da aeronave.

Tudo o que sabemos sobre:
acidenteaviãoFABmorteRN

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.