''''Pilotos tiveram treinamento exaustivo''''

Um instrutor de Airbus que dá aulas para pilotos da TAM disse ontem ao Estado que Kleyber Lima e Henrique Stefanini di Sacco tiveram um ''''exaustivo'''' treinamento para enfrentar situações idênticas às vividas em Congonhas. Ele não descarta erro humano ou falha dos equipamentos, e é categórico ao dizer que a pista ''''escorregadia'''' contribuiu.''''Quando o avião está a 20 pés (6 metros do solo), há uma voz dizendo ''''retard'''' (retardamento, em inglês), indicando para a posição dos manetes. Pode ter certeza de que ele (o piloto Kleyber) pôs as alavancas no ponto certo''''. O instrutor afirma que os Airbus corrigem assimetria de potência das turbinas. ''''A história de que o avião virou à esquerda porque um motor estava com potência e o outro não é bobagem. O jato teria batido no terminal de passageiros logo após o pouso e não saído nos últimos 200 metros da pista.''''

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.