Piolho ataca nas escolas. Saiba como se prevenir

O piolho já foi uma doença típica dos meses quentes. Hoje, o parasita está mais abusado e ataca as cabeças dos adultos e - principalmente - das crianças em qualquer época do ano. Assim, pais e professores já se acostumaram: precisam estar constantemente de olho no cabelo dos filhos e dos alunos. "Temos piolho em todas as épocas e não há como evitá-lo com eficácia", diz a pediatra do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas, Ana Maria Escobar. "A não ser que o pai coloque a criança em uma redoma de vidro." Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.