Piracicaba faz sua 176.ª Festa do Divino

Pelo 176.º ano consecutivo acontece em Piracicaba, interior de São Paulo, a Festa do Divino Espirito Santo, que começa neste domingo e prossegue até o dia 14 de julho. A festividade mistura religiosidade e fé, música de violeiros, artesanato e culinária da região. Cerca de 50 mil pessoas participam todos os anos, na avenida Beira Rio, Largo dos Pescadores, em frente as residências ribeirinhas do Rio Piracicaba que corta toda a cidade. O presidente da Irmandade do Divino Espirito Santo, Airton Avancini, conta que 9 dias antes do começo da festa, o estandarte do Divino é levado pela comitiva dos devotos às casas dos fiéis. Pela tradição, é pedido pouso e um jantar muito simples. No começo da festa, todo dia 7 de julho, às 8 horas acontece uma missa campal e benção dos barcos e material de pesca dos pescadores. Nos dias seguintes além das missas em louvor ao Divino Espirito Santo, barracas de artesanato e quitutes são montados no Largo dos Pescadores e apresentação de violeiros e cururu. No sábado, dia 13, há o encontro das bandeiras no Rio Piracicaba, com a chegada dos barcos enfeitados para a festa. No domingo, o encerramento é feito com o leilão de gado em prol das famílias carentes. além de uma missa à noite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.