Pires considera normais atrasos de vôos do fim de semana

O ministro da Defesa, Waldir Pires, negou que tenha havido caos nos aeroportos brasileiros neste fim de semana. Segundo o ministro, ocorreram apenas atrasos normais de alguns vôos, o que nada teve a ver com a falta de controladores de vôo em Brasília para autorizar pousos e decolagens.Pires esclareceu, no entanto, que não possui informações atualizadas sobre o problema, porque chegou nesta segunda-feira ao Rio, e somente à tarde participará de uma reunião com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a Infraero e o comando da Aeronáutica para discutir sobre a situação nos principais aeroportos. Já de acordo com o presidente da Infraero, o brigadeiro José Carlos Pereira, os atrasos foram causados mesmo pela falta dos controladores que se ausentaram no sábado por problemas pessoais. Segundo ele, "falta gente mesmo". Na ausência de um, outro controlador tem que assumir, acumulando mais vôos para controlar, além dos 14 que cada um pode administrar por vez. Embora o ministro afirme que os atrasos foram normais, no domingo, dos 1.567 vôos programados, 670 ou 42,2% sofreram atraso superior a 15 minutos, e 49 foram cancelados, de acordo com a Infraero. Atrasos diminuemOs atrasos no fim de semana voltaram a se repetir nesta segunda. De um total de 475 vôos programados em todo o País, 31% ou 148 registraram atrasos superiores a 15 minutos até as 9 horas. O número, porém, é considerado normal de acordo com a Infraero no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos. Em comparação com o período da manhã, porém, a situação começou a melhorar nos aeroportos internacionais de São Paulo e do Rio de Janeiro no início desta tarde. No Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, pelo menos quatro vôos estavam atrasados por volta das 12 horas. Às oito horas, o número de vôos atrasados havia chegado a oito. Desde a madrugada, 21 pousos e decolagens atrasaram. Mesmo com a diminuição de atrasos, às 12 horas, a média de espera ainda era de uma hora e meia. No Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio, havia pelo menos sete vôos com atrasos de meia hora em média, por volta das 12 horas. Pela manhã, 18 vôos foram cancelados e cerca de 21 pousos e decolagens estavam atrasados. Em Brasília, no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, foram registrados 19 atrasos na manhã desta segunda-feira. Em Manaus, foram registrados atrasos de quatro horas em pelo menos dois vôos nesta manhã no Aeroporto Eduardo Gomes. Um deles tinha a chegada prevista a Manaus às 2 horas, mas pousou somente às 5h38. Um outro vôo que sairia de Manaus para São Paulo às 3h15, só decolou às 7h23. Em outros vôos, segundo a Infraero, a espera chegava a uma hora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.