Pires: Forças Armadas podem proteger prédios públicos

O ministro da Defesa, Waldir Pires, disse nesta sexta-feira ao Estado que 5 mil homens das Forças Armadas estão preparados para serem empregados na proteção de prédios públicos federais, se houver alguma necessidade ou ameaça. "É uma demonstração de solidariedade e da preocupação do atual governo com os problemas do Rio", declarou o ministro, explicando que "as tropas federais só serão deslocadas para proteger prédios públicos federais se houver alguma ameaça real, o que não há, dentro dos limites legais e constitucionais".De acordo com o ministro Waldir Pires, por exemplo, o prédio do Ministério da Fazenda no Rio ou um hospital federal no Estado podem ser protegidos por tropas federais, sem invadir competência ou atribuição do governo do Rio. "Não se trata de uma ajuda diante das condições apresentadas como de garantia da lei e da ordem", disse ele, insistindo que não há previsão de deslocamento destes militares para qualquer um destes locais, reiterando que, isto só ocorreria se houvesse real necessidade. "No momento, não", declarou ele, lembrando que "é missão das Forças Armadas defender um hospital federal, por exemplo, ou um prédio onde funciona serviço público administrativo federal". Waldir Pires alertou, no entanto que, até o momento "não ocorreu qualquer ameaça especifica". E desabafou ao ser indagado se esses homens poderiam ir para estes prédios fazer segurança preventiva, respondeu: "por que vamos nos antecipar?"Segundo o ministro, as determinações do presidente da REpública foram de intensificação da proteção das áreas militares e efetiva participação das Forças Armadas no grupo de gestão integrado, cujo trabalho será imediato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.