Pires nega existência de buracos negros no espaço áreo

O ministro da Defesa Waldir Pires negou neste sábado a existência de buracos negros no controle do espaço aéreo brasileiro, conforme disseram controladores de vôo em depoimento à Polícia Federal . "As informações que tenho é de que não existem. Não sou técnico, mas a Aeronáutica tem as informações de que não há buracos negros e se existissem eu seguramente teria sido informado, pelo menos é a minha expectativa", afirmou Pires, que participou da reunião do Diretório Nacional do PT, em São Paulo. O ministro disse ainda que está coordenando um grupo de trabalho com participantes da Aeronáutica e de outros setores da sociedade para encontrar uma solução definitiva para a crise do setor aéreo. Ele não confirmou que essa solução seja o aumento do número de controladores civis. Em relação ao documento da Aeronáutica que revelou várias casos de aviões que estiveram perto de se colidirem no espaço aéreo brasileiro o ministro afirmou que os números são inferiores aos que são registrados normalmente nos EUA e na Europa. "Existe normalmente em qualquer país do mundo uma preocupação no sentido de avaliar o tráfego aéreo, para que tudo seja permanentemente examinado e as possibilidades de acidentes sejam sempre reduzidas."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.