Pistoleiros interditaram estrada para atacar Rainha

O líder do MovimentoNacional dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) José RainhaJúnior foi baleado hoje à tarde em uma emboscada perto dodistrito de Primavera, no município de Rosana, no Pontal doParanapanema. Segundo Valter Gomes, um dos líderes do MST naregião, Rainha estava saindo da fazenda Santa Rita do Pontal,ocupada durante a madrugada deste sábado por cerca de 600famílias de sem-terra. Ao aproximar-se de uma ponte, foi obrigado a parar seu Gol, pois a estrada estava interditada por pedaços de madeira. Naquelemomento surgiram três supostos funcionários da fazenda invadida,a cavalo, e atiraram em Rainha. Rainha estava acompanhado pela secretáriaFátima e por Sérgio Pantaleão, também líder do MST.José Rainha Júnior foi levado para o hospital de PortoPrimavera. Ele foi atingido por dois tiros, no braço eabdome, mas não corre risco de vida. Os dois acompanhantes nadasofreram.Valter Gomes disse que a fazenda Santa Rita do Pontal éde Yone Junqueira que, segundo ele, reside no exterior. "Quemadministra a fazenda é o irmão dela, Roberto Junqueira",informou. De acordo com ele, a fazenda foi desapropriada hácerca de cinco anos. "As famílias decidiram ocupá-la em virtudeda morosidade da Justiça na questão dos assentamentos",explicou Gomes. Segundo informações de um funcionário do Pronto-Socorrode Primavera, José Rainha Júnior deu entrada no hospital às15h40. De acordo com o policial militar Celso Silva, do 42.ºBatalhão da PM de Rosana, a emboscada aconteceu por volta das15h. Durante a tarde, correram boatos de que os doisacompanhantes de Rainha teriam sido mortos. No entanto, os tirosatingiram somente o líder do MST. Fátima e Sérgio Pantaleãogarantem que só escaparam ilesos por terem fingido estaremmortos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.