Pistoleiros matam posseiro e ferem lavradora no Pará

Cerca de 20 pistoleiros encapuzados e armados invadiram na manhã de hoje a Gleba Tigre, em Castelo dos Sonhos, no sudoeste do Pará, matando com vários tiros no pescoço e cabeça o posseiro Cícero Ferreira Lima, além de ferir no braço e cabeça a lavradora Maria José Sobrinho da Silva. Ela foi internada no Hospital Santa Luzia daquela cidade distante 500 km de Altamira. Lima ainda chegou a ser levado de avião para um hospital de Matupá (MT), onde morreu logo ao dar entrada. Úm outro posseiro está desaparecido e possivelmente teria sido levado pelos pistoleiros. A Polícia Civil de Altamira abriu inquérito para apurar os crimes e já ouviu diversos sobreviventes que estavam num barraco de madeira crivado de balas pelos assassinos. Eles relataram que só conseguiram escapar da morte porque fugiram pela mata com as crianças que dormiam no barraco. O posseiro Antonio Carlos Silva acusa os fazendeiros conhecidos por Leno e Nilo como responsáveis pela contratação dos pistoleiros. Os dois reclamam que a Fazenda Tala, de sua propriedade, está localizada dentro da Gleba Tigre, hoje invadida e ocupada por 160 famílias. Os dois acusados estão sendo procurados pela polícia.

Agencia Estado,

02 Junho 2003 | 19h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.