Pitboys espancam pai e filho no Rio

Os operadores de som Ricardo Martins Ângelo e seu filho Miguel Martins Ângelo, 18 anos, trabalhavam em uma festa, no condomínio Barra Summer Dream, na Barra da Tijuca, no Rio, e foram atacados a chutes, socos e facadas por um grupo de jovens após um desentendimento. Segundo testemunhas, houve uma discussão entre Ricardo e os jovens, mas o filho tentou contornar a situação. Os agressores deixaram a festa e voltaram em seguida, armados com facas e garrafas. Miguel e o pai ainda tentaram fugir, mas foram alcançados e violentamente surrados pelo grupo. Segundo o telejornal Bom Dia Brasil, da rede Globo, os dois foram socorridos no Hospital São Lourenço Jorge, na Barra. Ricardo Ângelo passou por uma cirurgia e está em estado grave. O filho, por sua vez, foi medicado e passa bem, assim como uma terceira pessoa ferida levemente na festa. O agressor, que também ficou ferido, foi preso ao procurar socorro. O caso foi registrado na 16ª Delegacia de Polícia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.